Portal da Cidade Campos dos Goytacazes

Representatividade

Museu Histórico recebe Quarta Semana da Visibilidade Trans

Evento promovido pelo Coletivo Trans Goytacá, acontece desta terça-feira (24) até a próxima quinta-feira (26)

Publicado em 24/01/2023 às 14:35

(Foto: Divulgação / Prefeitura Municipal de Campos - César Ferreira)

O Museu Histórico de Campos dos Goytacazes (MHCG) recebe desta terça-feira (24) até a próxima quinta-feira (26), sempre às 18h, a Quarta Semana da Visibilidade Trans, com o tema “Transexualidade e seus atravessamentos”. O evento promovido Coletivo Trans Goytacá tem o apoio da Fundação Cultural Jornalista Oswaldo Lima (FCJOL). A atividade tem entrada franca.

“Janeiro é o mês dedicado à causa e, também, o momento oportuno para o estreitamento do diálogo entre o movimento, o poder público e a sociedade como um todo. O evento contará com palestras de importantes lideranças, acadêmicos e ativistas trans do estado. Outra importante atividade será o lançamento do Mutirão de Retificação de Documentos, para a população transexual e travesti de Campos; basta levar: certidão de nascimento, comprovante de residência, RG e CPF e buscar a coordenação do coletivo, nesta terça, a partir das 18h, no Museu”, detalha Hísis Maria Nogueira, membro do Coletivo e uma das organizadoras do evento.

Nesta terça, às 18h, um debate abordará o tema "A transexualidade para além dos espectros binários", com Tábada Nascimento e Michael, sob a mediação de Nathan Magalhães, seguido de apresentação artística com Anael.

Na quarta-feira (25), o tema será saúde pública e Ana Luiza Ferreira e Thailla Varggas, debatem sobre "O acesso de pessoas trans e travestis ao SUS", também a partir das 18h. Ao final, acontecerá apresentação artística de Auriel.

Na próxima quinta (26), Lilith e Amiel Vieira debatem o tema “Nossos temas vão além: A luta trans/travesti, PCD (pessoas com deficiência) e intersexo”. Fechando o evento, tem apresentação artística com Liz Oitobit.

“Eu acho muito importante o Museu receber ações como esta, para dar visibilidade, principalmente a grupos minorizados na nossa cidade. Também acho importante porque é considerado um local sagrado e os museus cumprem hoje esse papel de quebrar paradigmas e educar. Eu acredito que o Museu está cumprindo seu papel educativo recebendo ações como esta”, ressalta a coordenadora do MHCG, Graziela Escocard.

Siga o Portal da Cidade no Instagram, e fique por dentro de tudo que acontece em Campos, e Região, clicando aqui.

Fonte:

Receba as notícias de Campos dos Goytacazes no seu WhatsApp.
Clique aqui, é gratis!

Deixe seu comentário